Mudo, porém Genial

10 agosto, 2008 at 10:20 pm 2 comentários

Charlie Chaplin

Charlie Chaplin

Já que estavam falando sobre o filme do Batman e citamos alguns clássicos nos comentários como “Laranja Mecânica” de Stanley Kubrick, por que não saudar o incrível gênio Charles Chaplin e seu personagem conhecidíssimo até hoje: o Carlitos!

Isso mesmo! Em tempos de filmes com efeitos especiais absurdos, Dolby Surround e Fala(isso mesmo, fala) vamos falar sobre filmes antigos em preto e branco e sem fala.

Já vi muita gente falando, “Ah, mas é em preto e branco, deve ser uma bosta!” ou “É antigo, que horrível!” ou até mesmo “Os personagens não falam! Ridículo!”, fico revoltado com isso, não assistiram e falam mal dos filmes por motivos ridículos. Quem assistiu algum filme do Chaplin sabe muito bem que não importa a idade, o sexo e muito menos se sua TV é de plasma com 55” Widescreen com som Dolby Surround, todos que assistem adoram, pois as histórias são perfeitas, misturam drama, comédia, romance além de outros gêneros. Os filmes emocionam e fazem rir(e muito).

Então não importa se é velho, todos que vêem adoram até hoje, filmes são muito mais do que efeitos especiais e orçamentos de 500 trilhões de dólares.

Mas quem foi Charlie Chaplin?

“Charlie Chaplin, nasceu em Walworth, Londres, dos pais Sr. Charles e Hannah Harriette Hill, ambos artistas de music-hall. Seus pais separaram-se logo após seu nascimento, deixando-o aos cuidados de sua mãe cada vez mais instável emocionalmente. Em 1896, ela ficou desempregada e não conseguia encontrar outro emprego; Charlie e seu meio-irmão mais velho Sydney tinham de ser deixados em uma casa de trabalho em Lambeth,

Chaplin e Einstein

Charlie Chaplin e Albert Einstein durante a estréia do filme "Luzes da Cidade" de Chaplin em 1931.

mudando-se após várias semanas para a Escola Hanwell para Crianças Órfãs e Destituídas. Seu pai faleceu com problemas de vício em bebida quando Charlie estava com 12 anos de idade, e sua mãe ficou com sérios problemas mentais e mais tarde foi admitida no Asilo Cane Hill próximo a Croydon. Ela faleceu em 1928.

Chaplin subiu ao palco pela primeira vez aos 5 anos, em 1894, quando representou no music hall diante de sua mãe, que lhe ensinou a cantar e a representar. Ainda criança ele esteve de cama por duas semanas devido a uma séria doença quando, à noite, sua mãe sentava-se na janela e representava o que acontecia fora de casa. Em 1900, com 11 anos, ele conseguiu com a ajuda do irmão o papel cômico do gato em uma pantomima, Cinderela no “London Hippodrome”. Em 1903 ele participou de “Jim, a romance of cockyne”, após o que assumiu seu primeiro trabalho regular, como o entregador de jornal Billy em Sherlock Holmes, um papel que representou até 1906.

A este, seguiu-se o Court Circus de Casey, um show de variedades e, no ano seguinte, ele se tornou o palhaço em “Fun Factory” de Fred Karno, companhia de comédia-pastelão. De acordo com registros de imigração, ele chegou aos Estados Unidos da América com o trupe de Karno em 2 de outubro, 1912. Na Companhia de Karno estava Arthur Stanley Jefferson, que se tornaria conhecido e amado como Stan Laurel, o magro da conhecida dupla O Gordo e o Magro. Chaplin e Laurel preferiram compartilhar um quarto em uma pensão. A atuação de Chaplin foi eventualmente vista pelo produtor de filmes Mack Sennett, que o contratou para seu estúdio, o Keystone Film Company. Embora inicialmente Chaplin tivesse dificuldade para se ajustar ao estilo de ação da Keystone filme, ele logo se adaptou e floresceu no meio. Isto foi possível, em parte, por Chaplin ter desenvolvido o personagem trampolim dele, eventualmente ganhando o controle de direção e criação em cima dos filmes dele que o permitiram tornar-se a grande estrela e talento da Keystone.”

Wikipedia

Calvero, personagem de Chaplin em "Luzes da Ribalta".

Calvero, personagem de Chaplin em "Luzes da Ribalta".

Quem assiste aos filmes do Chaplin vê que ele é um gênio, pois além de ser diretor e ator, Chaplin compunha as músicas como foi dito antes, e fazia as coreografias, além de escrever os filmes, e como todo gênio ele era chato, quem trabalhava com o Chaplin dizia que ele repetia as cenas até ficarem perfeita (e ficavam!).

“Em busca do ouro” e “Tempos Modernos” estão entre os filmes mais engraçados e emocionantes de todos os tempos em minha opinião, também temos Luzes da Ribalta que tem uma história maravilhosa (esse já é com fala) e tem uma das cenas mais engraçadas que eu já vi, também temos “O Grande Ditador, o seu primeiro falado, que foi feito na época da segunda guerra, e no final ele faz um discurso maravilhoso, além das memoráveis e engraçadíssimas cenas! Enfim, só assistindo para ver como os filmes são perfeitos.

Concluindo, eu recomendo todos os filmes deles que em minha opinião, e na de muitas outras pessoas, são as maiores obras de arte do cinema e recomendo também o filme “Chaplin” que é a biografia dele.

Abraços!

NemesisHell

Anúncios

Entry filed under: Filmes. Tags: , , , , , , , , .

Why so serious? [colocar uma foto sua pintada no estilo Curinga aqui] The Chzo Mythos: 5 Days a Stranger

2 Comentários Add your own

  • 1. Manhattan  |  10 agosto, 2008 às 10:30 pm

    Confesso que pra gostar de Chaplin foi necessário certos exercícios, pois vivendo como vivemos hoje, é realmente difícil gostar de um filme do Chaplin assim de cara. Eu assisti “Em busca do ouro” quando tinha uns 13 anos e, claro, dormi. Assisti aos 17 e foi completamente diferente. Eu ri demais, inclusive das caras que Charles Chaplin faz!

    Para que apreciemos Chaplin, hoje, é necessário um gosto mais refinado e a compreensão do equipamento de filmagem do qual eles dispunham na época. Leva-se em conta que a atuação facial dos personagens devia ser muito maior, pois não havia fala.

    Excelênte o post, gostei muito!

    Responder
  • 2. Caio Chaar (kaká)  |  11 agosto, 2008 às 5:00 pm

    Otimo post “Nemesis-Hell” . Adimito que não asisti muitos filmes do Chaplin, dos citados eu assisti o grande ditador e tempos modernos, e achei ambos maravilhosos. É incrível a forma como vc se identifica com o filme, você se diverte e cria um afeto por algumas personagens, é interessante pegar um desses filmes pra assistir num dia chuvoso, você se sente mais culto.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


agosto 2008
S T Q Q S S D
    set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Tópicos recentes

Blog Stats

  • 12,540 hits!

%d blogueiros gostam disto: